Inspire-se

Viva o Brasil: Os encantos da Costa do Descobrimento

22/04/2020

Há quem diga que o Brasil foi descoberto, outro que foi conquistado. Polêmicas à parte, é inegável que a chegada da frota de Cabral em 22 de Abril de 1500 mudou a história das terras tupiniquins para sempre. Se você quer ter ideia do encantamento que os portugueses tiveram ao desembarcar aqui, precisa fazer uma viagem pela Costa do Descobrimento.

Essa zona turística localizada no sul do Estado da Bahia compreende os municípios de Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália, Belmonte e Guaratinga. Nesse post você vai encontrar várias informações e dicas para partir em busca de altas doses de adrenalina e muita história, em um cenário composto por sol, mar e muita tranquilidade. Viva o Brasil!

Começando a viagem por PORTO SEGURO:

Primeira dica: De maio até agosto há chances de pegar chuva. Dezembro a março são os melhores meses para pegar dias de sol.

Chegando em Porto Seguro, você provavelmente vai estar com fome, e aí vem a segunda dica: Confet! Doceria. Excelente lugar para um café e um docinho, fica próxima ao aeroporto, e longe da muvuca.

Depois que você estiver instalado, vá conhecer a Passarela do Descobrimento (mais conhecida como Passarela do Álcool), no Centro da cidade. É o melhor lugar para degustar a culinária típica baiana e também delícias à base de frutos do mar.

O Restaurante Colher de Pau tem uma exuberante vista para o mar e já faturou prêmios de excelência gastronômica, como restaurante de categoria turística. Sente-se no terraço superior e aproveite o clima de exclusividade. Outra opção é o Desfrutte, com um cardápio de comida saudável, serve açaís, cupuaçus, sanduíches, tapiocas, saladas, vitaminas, sucos e salada de frutas.

Para jantar, a pedida é o Acarajé Gourmet. Muito bem decorado, ideal para uma conversa a dois. Peça o combo com 8 mini acarajés (siri, bacalhau, lagosta e camarão), e não deixe de experimentar a caipirinha de cacau.

Quando a noite cai, o melhor programa é curtir os tradicionais Luaus que acontecem nos dias da semana em diferentes barracas na beira da praia. A Ilha dos Aquários é a pedida da sexta-feira. Literalmente uma ilha entre Arraial e Porto Seguro, tem bares com diferentes tipos de música, shows, DJ`s e restaurantes. O interessante é que, em grandes aquários, estão expostos tubarões, peixes e arraias.

Não deixe de curtir a cidade histórica. Encantadora, com casinhas de todas as cores em estilo colonial e igrejas de quase 500 anos. Vale a pena pagar cerca de R$ 10 para um dos guias que ficam esperando na entrada da cidade histórica por um passeio de cerca de uma hora de duração.

Dicas de programas de Natureza/Trilha/Ar livre

Parque Marinho de Recife de Fora:
Separe um dia a para visitar o Parque Marinho de Recife de Fora, uma reserva com todas as espécies de corais do Brasil e vários tipos de peixes, arraias e ouriços. Você chega até lá em um passeio de escuna de aproximadamente 50 minutos. O mergulho com snorkel é imperdível!

Para as compras, a dica também é a Passarela do Descobrimento. Além dos bares e restaurantes, é lá que ficam as boutiques e lojas com produtos e suvenires, além de muito artesanato. Você vai se esbaldar com camisetas criativas, chapéus de couro e palha, chaveiros, colares, pulseiras, brincos…

Para se hospedar, duas dicas: o Resort LaTorre, que oferece uma ótima relação preço x qualidade e fica em uma praia mais afastada, e o Tokio Village, um apart hotel de charme, com acomodações espaçosas e totalmente mobiliadas para casais ou famílias.

Distrito de Porto Seguro, a praia de ARRAIAL D’AJUDA também é uma parada imperdível na Costa do Descobrimento. Além da praia, é claro, temos várias dicas para você curtir o lugar:

Fazer um lanche no Café Da Santa. O misto de padaria e lanchonete serve cafés com grãos moídos na hora, além de doces e salgados. Não deixe de provar o croissant, feito ali mesmo. Para almoçar a nossa dica é o Restaurante Rabanete. De fora, parece pequenino,  mas o restaurante tem um jardim bem aconchegante, bem decorado, e um self service com opções variadas, tanto pra carnes, quanto pra vegetarianos, além de uma parte só com doces e cafés.

Reserve uma noite para jantar no Aipim Restaurante. Um dos restaurantes mais sofisticados de Arraial d’Ajuda. Atendimento excelente, ambiente à meia luz… O bombom de peixe recheado de camarão com risoto de alho poró é uma boa pedida.

Para curtir a noite, as bandas ao vivo e DJs convidados fazem do Morocha Club o melhor lugar.

Além das dicas gastronômicas, no Largo da Ajuda, centro histórico da vila tombado pelo Iphan, está a igreja Matriz de Nossa Senhora da Ajuda, erguida em 1551, que abriga um mirante de onde se vê toda a Estrada da Balsa e o encontro do rio Buranhém com o mar. É no Largo que fica o Café da Santa, nossa dica ali de cima. Por lá também fica o Armazém Santo Antônio, com ambiente intimista e shows de forró e jazz.

Para se divertir com uma atividade diferente, faça uma remada de Canoa Havaiana. O passeio atravessa alguns dos arrecifes das praias de Arraial d’Ajuda, com parada para snorkeling no mar para apreciar muita vida marinha.

Para as lembrancinhas de Arraial, visite o Beco das Cores. Com ares de galeria, tem lojinhas de roupas, gastronomia variada, cachaçaria e atrações musicais.

Um dos melhors lugares para ficar é o Sagui Boutique Hotel: um refúgio que traduz, em cada detalhe, natureza, conforto e sofisticação.  São 16.000 m² de Mata Atlântica, dos quais 10.000m² estão preservados, interagindo com a natureza de maneira responsável.

Descendo a Costa: Trancoso

Trancoso costuma ser um vilarejo tranquilo e bem calmo durante o ano, mas na alta temporada tudo se transforma em uma grande festa. Nos meses de baixa temporada, a vida noturna em Trancoso é mais dedicada ao bom hábito de se sentar à mesa, tomar um vinho ou uma cerveja gelada e degustar os bons pratos baianos ou um pouco da culinária internacional, tão bem servida no “Quadrado” do vilarejo: literalmente um quadrado, formado por casinhas lúdicas que abrigam belíssimos restaurantes, lojas de artesanato, uma igreja e um mirante de tirar o fôlego.

Trancoso é quente durante o ano inteiro, mas de março a maio chove mais. No verão, os clubes de praia lotam, e mesmo assim estão sempre lotados. Quer ir no Ano-Novo? Prepare o bolso.

Se Trancoso é “a sua praia”, a gente também tem várias dicas de lá:

O Santo Café é um lugar muito legal, com expresso de ótima qualidade, lanches, sucos, tortas de encher os olhos – e a boca.

The Coffee Bar é outro excelente lugar para o café da manha e fim de tarde. Na entrada do quadrado, serve sucos mistos e um açaí com granola muito bom.

Na hora do almoço, a pedida é o El Gordo. Perfeito em ambiente, comida, atendimento e vista! Experimente o bacalhau ao forno, o cupim e a sobremesa de cocada.

Especializado em Cozinha Brasileira, Frutos do Mar e Contemporânea, o Restaurante Jacaré do Brasil serve especialmente carnes nobres e massas especiais. Mais sofisticado, é ideal para um jantar diferenciado.

Para os baladeiros, o Café de La Musique é o lugar para curtir a noite. Sofisticação e pé na areia. As festas são de música eletrônica, e o estabelecimento funciona apenas na alta temporada e em feriados prolongados.

Se você pode escolher a data da viagem, uma boa dica é aguardar o Festival Música de Trancoso. Com programação que vai da música clássica à MPB, o Festival atrai gente descolada e influente de todo o Brasil e até do exterior, e acontece no Teatro L’Occitane, de concepção arquitetônica moderna e arrojada, com dois auditórios: um ao ar livre e outro coberto.

Se você está viajando em família, o melhor lugar para ficar é o Club Med Trancoso. Fica um pouco afastado, mas é um resort all inclusive.

Mais perto do Quadrado, a Pousada Capim Santo é uma experiência à parte, com um café farto e caseiro, e o perfume de capim santo em todo o enxoval, além do imenso jardim e da piscina aberta em qualquer horário .

Santa Cruz Cabrália 

A apenas 23 quilômetros de Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália é mais tranquila que sua vizinha, e tem muito a oferecer aos turistas. Além de cenário da primeira missa rezada no Brasil, o lugar é emoldurado por um mar de águas cristalinas protegido por recifes e vegetação de mata Atlântica. Entretanto, o melhor a fazer em Santa Cruz Calábria é pegar um barco para a praia de Santo André.

Santo André

A alta temporada em Santo André acontece em janeiro, fevereiro e março. Durante todo o mês de janeiro e no Carnaval, a vila atinge ocupação máxima, mas mesmo assim, menos cheio do que outros pontos do litoral nessas épocas.

No outono, Santo André é um destino bastante agradável. A partir de de maio, você pode dormir sem ar condicionado.

Aproveite os primeiros 20 dias de dezembro para pegar bom tempo e bons preços: o público do Natal e Réveillon ainda não chegou, e você pode encontrar pechinchas no quesito hospedagem.

A Oficina do Sabor é quase um ponto turístico de Santo André: com as famosas cocadas da Leite. São diversos tipos de cocadas da região (café, maracujá, abacaxi, coco queimado, chocolate), mas o destaque também vai para a Oficina do Saber: um trabalho social que a cozinheira realiza com as crianças da região.

Desde 2019, a dica para o almoço é o Maroca Praia, que fica na praia de Santo Antônio, a 8 km da vila de Santo André. Funciona como clube de praia e restaurante: dá para petiscar na areia e comer nas mesas do ar livre ou no salão.

Para o jantar, procure a mais gostosa varanda do lugar, no Gaivota: panorâmica de dia, agradabilíssima à noite. A maioria dos pratos é para duas pessoas — mas sempre dá para pedir meia porção.

Em Santo André, quase todos os lugares fecham às 21h, então a dica é dormir cedo para aproveitar o dia seguinte!

Se você gosta de arquitetura e design, 50 km ao norte de Santo André fica Belmonte. Nas ruas próximas ao rio, casarões em estilo neoclássico e art-déco são prova da opulência do auge do cacau. Casarões restaurados ao lado de fachadas decadentes deixam a visita ainda mais interessante.

É lá que fica o Museu das Cadeiras Brasileiras, idealizado por um dos maiores arquitetos e designers do Brasil, Zanini de Zanine, filho do grande arquiteto José Zanine Caldas e ele próprio um designer do primeiro time. Em duas salas, o Museu das Cadeiras Brasileiras funciona como um mostruário de cadeiras de design brasileiro, de irmãos Campana a Sergio Rodrigues.

Um bom lugar para almoçar em Belmonte é o restaurante Taberna, que fica à beira-rio, na praça da igreja.

Se você é do tipo aventureiro, pode ir de de bike de Santo André até a Praia Guaiú. São 15km de ida, muito tranquilo para passar o dia.

Para não sair de mãos abanando, fique atento que à noite alguns moradores locais montam as barraquinhas da Feira Criativa com bijuterias e peças de artesanato local.

Santo André é um dos melhores lugares do litoral brasileiro para se hospedar estilo “pé na areia”. O Campo Bahia Resort, por exemplo, foi o alojamento da Seleção Alemã durante a Copa do Mundo de 2014, e se tornou um dos mais elegantes hotéis de praia do Brasil

Além da estrutura 5 estrelas, com direito a academia, spa e concierge de atividades, quem se hospedar lá vai poder se divertir com os souvenirs da passagem de Podolski e seus colegas em 2014: fotos, autógrafos e recados estão sutilmente espalhados por todo o hotel.

Se você quiser saber mais sobre a Costa do Descobrimento, entre em contato conosco pelo WhatsApp 51 99971.2204.

Casa de Turismo
Em breve o mundo voltará a ser a nossa casa.