Inspire-se

Fortaleza – CE: A Cidade do Sol!

14/04/2020

Aproveitando que essa semana Fortaleza completou 294 anos, resolvemos relembrar tudo que já visitamos na capital cearense, assim você já pode fazer o seu roteiro para quando for a sua vez de conhecer tudo pessoalmente.

Qual a melhor época?

Quem vai pro Nordeste quer calor, certo? Em todo o Ceará, o verão já começa em julho, com céus predominantemente azuis. Daí até o fim do ano, quase não chove.  À beira-mar em Fortaleza, porém, o calor é amainado por uma brisa constante, que atrai wind e kitesurfistas.

De janeiro a junho você pode pegar chuva no Ceará, principalmente entre março e maio, mas é difícil prever quando, e quanto: pode ser um tempestade, uma garoa, e pode até nem chover!

E a gastronomia?

Destino turístico que se preze tem que ter um mercado: é no recententemente restaurado Mercado dos Peixes (última quadra da Beira-Mar, em Mucuripe) que os fortalezenses compram pescados e frutos do mar fresquinhos. E o mais legal: na parte dos fundos do mercado, há um restaurante que prepara os peixes que você comprar no mercado. Com mesas com vista para o mar, é uma experiência e tanto.

Na hora de jantar, a dica é o Coco Bambu, na Beira-Mar. O primeiro restaurante da rede fica na Beira-Mar de Fortaleza. Se você conhece os pratos das filiais, na matriz as porções são ainda maiores, por isso vá acompanhado: os pratos servem três, às vezes quatro pessoas… A meia porção serve duas pessoas. A especialidade da casa? Bom, quase todos os pratos levam queijo, molho branco ou nata acompanhando os frutos do mar. Ou seja, prepare o estômago.

Praia do Futuro

A praia mais conhecida de Fortaleza é a Praia do Futuro, a 10 minutos de carro da Beira-Mar. É a praia mais urbana, com dúzias de mega barracas que mais parecem clubes na areia. A maior delas é a Crocobeach. Outra barraca com boa estrutura para crianças é a Atlantidz.

Se você está mais pelo clima de festa, com música, DJ, tendas e sofazões, escolha entre a Órbita Blue, Guarderia Brasil e Sunrise Brasil. A Santa Praia tem quadras de tênis de praia, e a Cabumba é o point LGBT.

Se você faz o tipo Tim Maia e só quer sossego, a barraca do hotel Vila Galé (procure por hotel Vila Galé Fortaleza no GPS) fica em um ponto da praia onde se formam piscininhas na areia na maré baixa, além de contar com um bom restaurante.

Entorno do Dragão

Fora as praias, outro cartão-postal de Fortaleza é Centro Cultural Dragão do Mar. A partir do meio da tarde, quando o sol já está mais baixo, os barzinhos da praça começam a abrir e o povo começa a chegar. Mas antes disso, vale conhecer a parte cultural do lugar: o Museu da Cultura Cearense, o Museu de Arte Contemporânea, a Multigaleria, o Planetário e o Cinema Fundação Joaquim Nabuco, com programação de filmes de arte e alternativos, e uma lojinha da Ceart, a Central de Artesanato do Ceará. Se der fome, a Cafeteria Santa Clara é a dica.

Ponte dos Ingleses

Apesar do nome, a Ponte dos Ingleses não é uma ponte: é um píer. Durante o dia, você pode ir a pé do Dragão do Mar até a Praia de Iracema, para curtir o pôr do sol da Ponte dos Ingleses, também chamada de Ponte Metálica. Esta região passa por uma revitalização, na expectativa da abertura do polêmico Acquario Ceará, cuja construção está paralisada desde 2016.

Dica: como em toda cidade grande, prevenção nunca é demais, então não fique dando bandeira com celulares e carteira.

Quem já visitou a Lapa carioca ou Baixo Augusta paulistano vai se identificar com a Rua dos Tabajaras, “invadida” por uma garotada alternativa nas noites de sexta e sábado. Se você é do tipo “descolado”, curta a noite no Mambembe. Se prefere uma noite mais tradicional, vá no Lupus Bier, casa de shows de humor com direito a buffet.

Mercado dos Pinhões

Não deixe de visitar o Mercado dos Pinhões, também na região central. O elegante e recém reformado prédio de estrutura metálica francesa fica mais bacana nas noites de sexta (das 20h às 23h), quando há apresentações de seresta, e domingo (das 19h às 21h), quando rola um forró. Às vezes são realizados mercados alternativos aos sábados. A praça tem botequins rústicos e um ótimo restaurante francês, o Le Marché

Viajando com crianças? Beach Park!

Se você tem crianças (ou se ainda mantém o espírito de uma!), reserve um dia para o Beach Park. Saindo da Beira-Mar, a maioria dos taxistas faz a corrida por preço fechado (entre R$ 100 e R$ 120 a ida, ou R$ 160 a R$ 180 ida e volta). Você pode ir de Uber, mas não é garantido que consiga um carro do aplicativo para voltar.

A Casa de Turismo tem parceiros que fazem transfer compartilhado ida e volta para o Beach Park, a partir dos hotéis da orla. Ligue 3012.7272 ou entre em contato pelo WhatsApp 51 99971.2204  para saber mais.

Compras na Ceart Santos Dumont

É claro que você não vai voltar de Fortaleza com as mãos abanando. Então não perca tempo procurando lembrancinhas. Vá direto à loja principal da Ceart, que não fica no centro histórico, mas no bairro da Aldeota. Peças de artesanato originais, de artesãos que produzem séries limitadas, e um acervo muito mais interessante do que as lembrancinhas feitas em série vendidas na Emcetur ou no Mercado Central.

Dica de Hotel

Os hotéis mais novos de Fortaleza estão na Praia do Futuro. A dica é hospedar-se no Gran Mareiro, com quartos amplos e uma bela piscina. O café da manhã é excelente, e o hotel tem um diferencial a mais: está praticamente em frente à Órbita Blue, badalada barraca da Praia do Futuro.

Quer mais dicas? Fale conosco pelo 51 3012.7272, pelo WhatsApp 51 99971.2204, ou venha tomar um café conosco (assim que tudo isso passar!).

 

Casa de Turismo
Em breve o mundo voltará a ser a nossa casa!
@casadeturismo